Priscila Alves - dermatologia veterinária
Folow me
Twitter Facebook Linked In
(21)9567-6724  telefone
priscila@drapriscilaalves.com.br  Envie um email para a Dra. Priscila Alves
PDFCasos Clínicos
 


03/06/2014

Polietraumatismos Lúpus Eritematoso Sistêmico Canino

Proprietário relata o aparecimento de lesões cutâneas há 1 mês. Foi feito tratamento a base de antibiótico oral com resposta parcial. Nesse ínterim, relata muita apatia, disfagia com emagrecimento progressivo, dor e fraqueza. Diz que o animal mantém-se deitado durante todo o tempo, o que resultou no aparecimento de úlceras cutâneas. Vacinado e vermifugado. Geralmente, alimenta-se de ração comercial, porém a proprietária vem oferecendo alimentação natural para uma melhor aceitação


Confira o caso na íntegra - Lupus eritematoso sistemico.pdf


12/03/2014

Polietraumatismos Pênfigo Foliáceo Felino

Proprietário relata que há 2 meses iniciaram o aparecimento de lesões nas bordas das orelhas da gata. Não relata prurido ou alterações no comportamento. Ativa. Normofagia (Ração terapêutica renal), normúria, normoquesia e normodipsia. Faz uso crônico de medicação anti-hipertensiva. Não há contactantes e vive em apartamento sem acesso a rua. Ausência de ectoparasitas. Quando usa um creme a base de corticoide relata melhora


Confira o caso na íntegra - Penfigo foliaceo felino.pdf


09/01/2014

Polietraumatismos Pediculose Felina

Ninhada de gatinhos foi encontrada no Parque do Flamengo/RJ e apresentavam prurido acentuado. A pessoa que os encontrou relata que os gatos da sua residência que estiveram em contato com eles também estão apresentando prurido acentuado. Foram vermifugados e foram banhados com xampu neutro.


Confira o caso na íntegra - Pediculose felina.pdf


12/04/2013

Polietraumatismos Linfoma cutâneo epiteliotrópico - micose fungóide e reticulose pagetóide

Canino apresenta histórico de dermatopatia há 6 meses. Relata início de despigmentação afetando ponte e espelho nasal e progredindo para região perilabial. Foi suspeitado de doença autoimune e foi prescrito tratamento com prednisona oral. Entretanto, não houve melhora. Há prurido moderado. Houve generalização do quadro e o animal apresenta-se hiporético e prostrado;


Confira o caso na íntegra - Micose fungoide e reticulose pagetoide.pdf


11/01/2013

Polietraumatismos Cistos epidermóides

Proprietário notou o aparecimento de nódulo cutâneos no animal. Não sabe dizer quanto tempo o animal possui as lesões pois só as notou no presente momento. Não relata dor ou prurido. Normofagia, normúria normoquesia e normodipsia.


Confira o caso na íntegra - Cistos epidermoides.pdf


23/05/2012

Polietraumatismos Fibrossarcoma mamário canino

Cadela foi levada a consulta por apresentar um nódulo cutâneo de crescimento rápido e apresentando ulceração. Segundo a proprietária, o animal estava prostrado, hiporéxico e relutante a movimentação.


Confira o caso na íntegra - Fibrossarcoma mamario.pdf


30/04/2012

Polietraumatismos Dermatofitose canina generalizada secundária a corticoterapia

Cadela apresenta dermatopatia há 1 ano e já foi em inúmeros veterinários. Iniciaram-se lesões alopécicas, crostosas e levemente pruriginosas. Foram feitos um EPRC (raspado cutâneo) e um micológico direto, onde foram encontrados artroconídeos. O animal foi submetido a tratamento antifúngico por 30 dias, porém não houve nenhuma melhora no quadro e foram prescritos antibióticos e corticoides, este último sendo utilizado por muitos meses. O animal não apresentou nenhuma melhora clínica e houve evolução do quadro dermatológico. Contactantes normais.


Confira o caso na íntegra - Dermatofitose secundaria a corticoterapia.pdf


05/03/2012

Polietraumatismos Dermatose Solar/ Dermatite actínica

Proprietário relata que o animal apresenta um quadro dermatológico recidivante há 2 anos, aproximadamente. Surgem lesões em todo corpo, algumas apresentam drenagem de conteúdo serossanguinolento, porém apresenta boa resposta ao uso de antibióticos. Diz que os membros do animal por vezes apresentam-se edemaciados. Vive em quintal. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo. Ausência de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Dermatose solar.pdf


05/03/2012

Polietraumatismos Dermatofitose Felina Generalizada

Proprietário relata que o gato está apresentando dermatopatia há 2 anos. Já passou por inúmeros tratamentos, mas não há melhora do quadro. Apresenta prurido moderado e atualmente está sendo tratada para alergopatia com corticosteroides, sem resposta. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Possui outros 5 contactantes felinos, inclusive com alguns felinos resgatados das ruas (lar temporário). Vacinada, vermifugada e usa frontline regularmente. A proprietária apresenta lesão eritematosa e inflamada no braço.


Confira o caso na íntegra - Dermatofitose felina generalizada.pdf


05/03/2012

Polietraumatismos Linfoma Multicêntrico Canino

Proprietário relata que o animal está apresentando nódulos na região cervical há algumas semanas e tem achado que o cão está menos ativo e com apetite caprichoso. Normúria e normoquesia.


Confira o caso na íntegra - Linfoma Multicentrico.pdf


23/11/2011

Polietraumatismos Mastocitoma indiferenciado

Cadela apresenta-se com inúmeras nodulações no corpo, algumas erodo-ulceradas. Estava em tratamento clínico tópico dessas lesões, porém não houve qualquer melhora. Está apresentando prostração intensa, hiporexia, vômitos e alternância de fezes pastosas e normais.


Confira o caso na íntegra - Mastocitoma indiferenciado.pdf


21/11/2011

Polietraumatismos Pênfigo Foliáceo Canino

Animal apresentando histórico de foliculite generalizada pouco responsiva a antibioticoterapia. Apresenta prurido leve. Proprietário relata prostração intensa e hiporexia. Apresentou um quadro de orquite. Foi submetido a exames complementares.


Confira o caso na íntegra - Pênfigo Foliaceo.pdf


12/09/2011

Polietraumatismos Dermatite Facial Idiopática e Otocaríase em Persa

Proprietário relata que o animal está apresentando prurido intenso e escoriações em orelhas, face e região dorsal. Entretanto, relata que muito antes de o animal ter o quadro pruriginoso, o mesmo já apresentava eritema com crostas melicéricas em dobras faciais. Normofagia (Ração comercial), normúria, normoquesia e normodipsia. Ausência de contactantes e ectoparasitas ( o proprietário faz controle mensal regular).


Confira o caso na íntegra - Dermatite facial do Persa.pdf


12/09/2011

Polietraumatismos Tumor Venéreo Transmissível Nasal e Peniano

Animal era de vida livre e foi adotado. Segundo o proprietário, o animal está apresentando sangramento peniano há alguns dias, tem estado mais prostrado, apresentando coriza e respiração estertorosa. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Vacinado.


Confira o caso na íntegra - TVT Nasal.pdf


15/08/2011

Polietraumatismos Alopecia induzida pela Doxorrubicina

Animal possui diagnóstico de Adenocarcinoma Mamário e está sendo submetido a tratamento quimioterápico. Proprietário relata início de hipotricose evoluindo para queda acentuada de pelos;


Confira o caso na íntegra - Alopecia induzida pela doxorrubicina.pdf


15/08/2011

Polietraumatismos Lúpus Eritematoso Discóide

Proprietário relata que o animal está apresentando lesões no focinho, na ponte e espelho nasal e ao redor dos olhos. Não sabe dizer qual o tempo de evolução da doença. Não apresenta prurido e nem dor. Fica em quintal com mais 4 contactantes caninos normais e fica exposto constantemente a luz solar. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo. Ausência de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Lupus eritematoso discoide.pdf


28/06/2011

Polietraumatismos Despigmentação Nasal Sazonal -

Animal apresenta-se com área de despigmentação restrita ao espelho nasal. Não há acometimento de outras áreas pigmentadas ou lesões cutâneas. Não há prurido ou dor. A Arquitetura cutânea está preservada. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ausência de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Snow nose.pdf


24/05/2011

Polietraumatismos Piodermite dos calos de apoio

Proprietário relata que o animal começou a apresentar lesões acompanhando secreção piossanguinolenta há 3 meses. Foi submetido a terapia antibiótica oral com resolução das lesões existentes e aparecimento de novas lesões. Não relata dor e prurido, mas diz que algumas áreas apresentam edema. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Não possui contactantes e não tem acesso a rua. Ausência de ectoparasitas. Ativo. Não foi submetido a nenhum exame complementar;


Confira o caso na íntegra - Piodermite dos calos de apoio.pdf


22/05/2011

Polietraumatismos Hiperadrenocorticismo Atipico Canino

Animal apresentava um quadro de poliúria com hematúria, polidipsia e polifagia (ração comercial e comida caseira). Estava sendo tratado para um quadro crônico de seborréia com Malasseziose secundária, com resposta parcial ao tratamento. Apresentava um quadro de obesidade e indisposto. O Hiperadrenocorticismo atípico caracteriza-se pelo aumento na concentração no precursor do cortisol (17-OH progesterona) com níveis normais de cortisol.


Confira o caso na íntegra - Hiperadrenocorticismo atipico.pdf


31/03/2011

Polietraumatismos Carcinoma Cutâneo in situ

Animal apresentando crescimento córneo no membro anterior esquerdo há 1 ano, especificamente no coxim palmar. É indolor, não há inflamação e aparentemente parece não incomodar o animal. Normofagia (comida caseira), normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo.


Confira o caso na íntegra - Carcinoma cutaneo in situ.pdf


14/02/2011

Polietraumatismos Sarcoma Fusocelular de Alto Grau em cão

O Sarcoma Fusocelular é uma neoplasia constituída pela proliferação de células fusocelulares atípicas, com núcleos volumosos, de cromatina grosseira e freqüentes mitoses. Animal está apresentando sangramento vaginal há 1 mês e foi castrada há 10 meses por apresentar Hiperplasia Endometrial Cística. Nunca cruzou, não tem acesso a rua, não possui outros contactantes. Relata que a cadela possui desconforto ao sentar. Normofagia (Ração comercial), normúria, normoquesia e normodipsia. Ativa. Vacinada e vermifugada.


Confira o caso na íntegra - Sarcoma Fusocelular.pdf


26/01/2011

Polietraumatismos Dermatite Atópica Felina

Há 2 anos, a gata passou a apresentar um quadro de dermatopatia intensamente pruriginosa. No início desses sintomas, ambos alimentavam-se de Ração Super Premium, entretanto a proprietária diz que a gata recebia petiscos diversos (pedaço de presunto, leite, sache de ração úmida). Relata que a gata se coçava e lambia intensamente e que o prurido era generalizado. Foi então levada a um veterinário, que utilizou corticóide de depósito e prescreveu antihistamínico e antipulgas mensalmente em ambos gatos (mas não havia pulgas). A gata respondeu muito bem, mas sempre havia recaídas ao fim do efeito da medicação. Foram feitas mais algumas aplicações desse medicamento, mas sem sucesso.


Confira o caso na íntegra - Dermatite atopica felina.pdf


20/12/2010

Polietraumatismos Adenoma Hepatóide

Proprietário relata que houve o crescimento de um nódulo na região ventral da cauda e outro na região dorsal. Possuem um crescimento lento, são indolores e o animal encontra-se muito bem clinicamente.


Confira o caso na íntegra - Adenoma Hepatoide.pdf


06/12/2010

Polietraumatismos Farmacodermia

Animal foi submetido a cirurgia de Pan histerectomia por conta de uma Piometra. Após 10 dias do pós operatório utilizando Enrofloxacina e Meloxican por via oral e Mupirocina tópica na ferida cirúrgica, iniciou-se o aparecimento de lesões na região dorsal. O proprietário começou a utilizar o creme de Mupirocina também nessas lesões dorsais. Animal não possui contactantes, é intradomiciliar, não há histórico de traumas, queimaduras, dermatopatia crônica ou utilização de colchão térmico. Ausência de prurido.


Confira o caso na íntegra - Farmacodermia.pdf


21/11/2010

Polietraumatismos Demodicose ou Sarna Demodécica Canina

Proprietário comprou o animal em um canil. Em algumas semanas, começou a apresentar algumas lesões na pele acompanhadas de prurido moderado e queda de pêlos. Já passou por alguns tratamentos, mas sem melhora alguma do quadro. Relata que há algum grau de sangramento cutâneo. Não há histórico de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Sarna Demodécica em Sharpei.pdf


16/11/2010

Polietraumatismos Vasculite Idiopática

Proprietário relata que o animal está há 6 meses com uma lesão no dígito do membro posterior esquerdo (MPE). Diz que a lesão somente regride e cicatriza quando o animal é submetido ao uso de corticoterapia. Utilizou alguns tipos de antibióticos e tratamento tópico cicatrizante, mas sem resposta. A cadela lambe a lesão incessantemente. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ativa. Ausência de ectoparasitas e contactantes.


Confira o caso na íntegra - Vasculite idiopatica.pdf


10/11/2010

Polietraumatismos Lipoma Cutâneo

Proprietário relata que notou um nódulo subcutâneo no animal há 15 dias. Diz que tem um crescimento lento e que parece ser indolor. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ativa. Ausência de vômitos.


Confira o caso na íntegra - Lipoma cutâneo.pdf


14/10/2010

Polietraumatismos Seborréia Primária Canina

Proprietário diz que o animal apresenta um quadro de dermatopatia intensamente pruriginosa com início aos 4 meses de vida. Nunca foi submetido a nenhum tipo de tratamento clínico, entretanto já foram utilizados diversos tratamentos “caseiros”, mas sem qualquer melhora do quadro. Convive com mais 3 outros cães que encontram-se normais. Vive em sítio, há histórico de ectoparasitas e não há utilização de medicações preventivas. Alimenta-se de ração comercial de baixa qualidade, porém também tem acesso a alimentação caseira. São feitos banhos quinzenais com sabonete humano. Comportamento ativo.


Confira o caso na íntegra - Seborreia primaria.pdf


20/09/2010

Polietraumatismos Escabiose Canina

Proprietário relata que comprou o animal em um canil há 15 dias e que iniciou episódios de prurido acentuado há 7 dias após ter ido ao pet shop. Normofagia (ração comercial), normúria, normoquesia e normodipsia. Não está utilizando nenhuma medicação. Não foi vacinado e vermifugado. Ativo.


Confira o caso na íntegra - Escabiose Canina caso clinico.pdf


07/09/2010

Polietraumatismos Esporotricose Canina

Proprietária relata que o animal está apresentando lesões nos membros posteriores com drenagem de secreção serossanguinolenta há algumas semanas. Relata prurido moderado. Há histórico de ectoparasitas (pulgas e carrapatos). Normofagia (ração comercial e dieta caseira), normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo. Há um felino contactante em tratamento para esporotricose, mas convive com mais 3 gatos e 1 cão (todos normais). Não vacinado e vermifugado.


Confira o caso na íntegra - Esporotricose canina.pdf


23/08/2010

Polietraumatismos Queimadura cutânea

Proprietário relata que o animal foi atingido por uma quantidade moderada de óleo quente que caiu do fogão há 5 dias. Diz que o animal chorou bastante e que estava fazendo curativo com solução de polivinilpirrolidona, mas sem melhora da lesão. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ativa, esperta;


Confira o caso na íntegra - Queimadura cutânea.pdf


25/07/2010

Polietraumatismos Dermatite de contato

Proprietário relata que o animal está com uma lesão na bolsa escrotal há alguns dias e que está apresentando uma vermelhidão na região palmar/plantar dos membros. Diz que o animal lambe incessantemente a lesão e as “patinhas” e que o início coincidiu com a utilização de um novo produto de limpeza para a cerâmica da casa. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Não está sendo utilizada nenhuma medicação. Ausência de ectoparasitas. Vacinado. Vermifugado


Confira o caso na íntegra - Dermatite de Contato.pdf


13/07/2010

Polietraumatismos Otocaríase em felino

Proprietário relata que o gato fugiu de casa há 2 meses e retornou há 3 dias apresentando-se com muitas lesões na pele e muito prostrado. Diz que apresenta um quadro intensamente pruriginoso e está utilizando um creme antibacteriano nas lesões, porém notou que estão piorando. Entretanto, está com normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia.


Confira o caso na íntegra - Otocariase em felino.pdf


30/06/2010

Polietraumatismos Dermatomicose causada por Curvularia sp

Proprietário relata que o animal começou a apresentar alguns “grumos” de pêlos na região dorsal há 3 semanas acompanhado de queda acentuada da pelagem. A Curvularia sp é um fungo oportunista que cresce em condições de imunossupressão, disfunções hormonais, velhice, etc. Nesse caso, concluiu-se que a gata apresentava-se em perfeitas condições de saúde e que, portanto, a dermatomicose deve-se a velhice.


Confira o caso na íntegra - Curvularia sp.pdf


20/06/2010

Polietraumatismos Tricoepitelioma Maligno

Houve o crescimento de um nódulo na região dorsal há 60 dias. Ocorreu ulceração há 30 dias e desde então há drenagem de secreção serossanguinolenta. O tricoepitelioma maligno é um tumor que mostra diferenciação tanto matricial quanto na bainha da raiz interna do pelo, podendo ocorrer metástase. Esse tumor incomum da pele vem sendo descrito somente em cães.


Confira o caso na íntegra - Tricoepitelioma maligno.pdf


30/05/2010

Polietraumatismos Piodermite Primária

Proprietário relata que o animal possui dermatopatia desde os 4 meses. O quadro inicia com a formação de pápulas e com a presença de um prurido leve. A medida que o quadro evolui com a formação de pústulas, desenvolve-se um prurido intenso. Já foi levado a alguns veterinários e utilizou alguns antibióticos, corticosteróides e acaricidas por via oral além de acaricidas tópicos e xampus antibacterianos. Em todos os tratamentos houve uma pequena resposta e com recidiva assim que o tratamento era suspenso. Já apresentou miíase na ponta da cauda por conta do animal coçar intensamente. Normofagia (ração comercial), normúria, normoquesia e normodipsia. Ausência de ectoparasitas. Vacinado e vermifugado. Ativo.


Confira o caso na íntegra - Piodermite Primaria.pdf


01/04/2010

Polietraumatismos Displasia Folicular dos Pêlos Negros

As displasias foliculares ligadas a cor da pelagem são genética e histologicamente semelhantes, provavelmente são a mesma doença, com apresentações clínicas distintas em cães: difusa na Alopecia por Diluição da Cor e localizada na Displasia Folicular dos Pêlos Negros. A Displasia Folicular dos Pêlos Negros afeta cães com pelagem com mais de uma cor, além da preta, e é confinada as áreas negras da cobertura pilosa.


Confira o caso na íntegra - Displasia Folicular.pdf


07/03/2010

Polietraumatismos Dermatofitose canina

Cadela apresenta dermatopatia responsiva a antibioticoterapia desde filhote. Entretanto, as lesões dessa vez não respondem ao tratamento habitual, evoluindo para crostas com secreção purulenta. Relata prurido moderado. Normofagia (ração comercial, comida caseira, biscoito canino), normúria, normoquesia e normodipsia. Atualmente usa xampu a base de clorexidine 0,5% semanalmente (no Pet Shop) e clemastina VO. Possui contactante canino que apresenta lesão alopécica circular na região lateral cervical. Vacinada e vermifugada.


Confira o caso na íntegra - Dermatofitose canina.pdf


16/01/2010

Polietraumatismos Esporotricose Felina

Proprietário relata que a gata está apresentando lesões ulcerativas e aumento do volume da ponte nasal acompanhado de espirros e roncar. Pariu há 20 dias e o seu filhote também está com lesão. Diz que o quadro iniciou há 30 dias e que nenhuma medicação tópica tem propiciado a cicatrização.


Confira o caso na íntegra - Esporotricose caso.pdf


27/12/2009

Polietraumatismos Foliculite Bacteriana

Proprietário relata que a cadela está apresentando lesão circular única e alopécica com evolução de 30 dias. Acha que está apresentando aumento no diâmetro. Não relata prurido. Houve melhora da lesão em 3 semanas e reepilação completa. Entretanto, houve mudança na coloração da pelagem, de dourado para marrom.


Confira o caso na íntegra - Foliculite bacteriana.pdf


05/10/2009

Polietraumatismos Dermatose Eosinofílica Felina

Proprietário relata um curso de 8 meses de prurido localizado na face e na região dorsal.O gato foi trazido dentro de uma caixa de transporte de madeira e assim que esta foi aberta, o animal esfregava fortemente o focinho contra a caixa, denotando a presença de um prurido bastante acentuado.


Confira o caso na íntegra - Dermatose Eosinofilica Felina.pdf


20/09/2009

Polietraumatismos Sarna Notoédrica

Proprietário relata que o gato está apresentando prurido bastante acentuado há 3 semanas. Tem hábito de ir a rua. Não faz controle mensal de pulgas. Relata que o gato possui mais um contactante e que o mesmo apresenta sintomas clínicos semelhantes. Normofagia, normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo. O proprietário apresenta lesões dermatológicas bastante pruriginosas.


Confira o caso na íntegra - Sarna notoedrica.pdf


01/08/2009

Polietraumatismos Fibroma em felino

O fibroma é uma neoplasia benigna derivada de fibroblastos dérmicos ou subcutâneos que se caracterizam por produzirem grande quantidade de estroma colagenoso. Esse tumor é comum em eqüinos e incomum no cão. Sua ocorrência em gatos é incerta, pois se acredita que tumores com características histológicas de fibroma sejam, na verdade, fibrossarcomas bem diferenciados. Entretanto, alguns autores consideram o fibroma como comum em gatos. Em humanos, os fibromas cutâneos são denominados de dermatofibromas.


Confira o caso na íntegra - Fibroma em felino.pdf


15/07/2009

Polietraumatismos Fenda Palatina Traumática

Proprietário relata que o animal foi agredido na rua por pessoas. Assim que retornou a casa, o gato apresentava espirros e “engasgos” acompanhados de secreção serossanguinolenta oronasal. Fica maior parte do tempo deitado aparentando estar com dor/ desconforto. Não quis comer e não sabe dizer sobre fezes e urina. Vacinado e vermifugado. Ausência de ectoparasitas. Não deu nenhuma medicação ao animal.


Confira o caso na íntegra - Fenda Palatina Traumatica.pdf


13/07/2009

Polietraumatismos Linfoma Epiteliotrópico

Proprietário relata que a cadela apresenta-se com claudicação do MPD e está em tratamento para Erlichiose, prescrito por outro colega. Entretanto, afirma que não fez a medicação corretamente. Reclama da permanência da dermatopatia. Hiporexia, normúria, normoquesia e normodipsia. Vacinação atrasada. Histórico de carrapatos. Fica em quintal e exposta a radiação solar. Três meses após a última consulta, o proprietário retornou com o animal informando a piora do quadro clínico. Diz que o animal está anoréxico e prostrado. Emagrecimento progressivo.


Confira o caso na íntegra - Linfoma epiteliotropico.pdf


07/07/2009

Polietraumatismos Tumor Venéreo Transmissível (TVT) associado a Hemoparasitose

Animal foi adquirido da rua há 1 mês. Há 7 dias, iniciou-se um edema acentuado no pênis e com presença de secreção. Segundo a proprietária está com normofagia (ração comercial e comida caseira), normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo. Diz que está com pulgas. Proprietária usou antibióticos por conta própria, mas não observou nenhuma melhora. Lambe a região prepucial.


Confira o caso na íntegra - Tumor Venereo Transmissivel.pdf


07/07/2009

Polietraumatismos Dermatite Alérgica a Picada de Pulgas - DAPP

Animal iniciou quadro pruriginoso acentuado há 7 dias. Proprietário relata que as lesões iniciaram após a ida do cão ao banho no Pet shop. Não tem acesso à rua e nem possui contactantes. Fica a maior parte do tempo em quintal, mas tem acesso a casa. Medicou o animal com antibióticos por conta própria e não observou nenhuma melhora. Normofagia (Ração comercial), normúria, normoquesia e normodipsia. Ativo. Vacinação e vermifugação em dia. Toma banho semanalmente com xampu canino neutro. Não faz controle mensal de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Dermatite Alergica a Picada de Pulgas.pdf


20/05/2009

Polietraumatismos Histiocitoma Fibroso

O histiocitoma fibroso é tumor benigno que pode acometer a pele dos animais e se desenvolve pelo crescimento anormal dos histiócitos. Neste caso, a biópsia excisional teve função terapêutica e diagnóstica.


Confira o caso na íntegra - Histiocitoma fibroso.pdf


17/03/2009

Polietraumatismos Dermatite Miliar - alergia a picada de pulgas

A dermatite miliar é representada por lesões pápulo-crostosas, eritematosas que podem estar ou não associadas à rarefação pilosa e alopecia.


Confira o caso na íntegra - Dermatite miliar felina.pdf


16/03/2009

Polietraumatismos Hipotireoidismo associado a hemoparasitose

Animal iniciou quadro de prostração, vômitos, hiporexia, tosse, 1 episódio de síncope e cansaço. Geralmente come comida caseira e ração, normúria, normoquesia e normodipsia, segundo o proprietário. Vacinação atrasada, vermifugação atrasada, faz uso de previcox há 1 ano (prescrito por um colega por conta de luxação patelar). Possui laudo ECG de 2006 com alterações sugestivas de valvulopatia. Histórico de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Hemoparasitose e hipotireoidismo.pdf


28/11/2008

Polietraumatismos Dermatite úmida aguda secundária a infestação por pulgas

Animal apresenta-se prostrado, diminuindo apetite, normúria e normoquesia. O proprietário diz que o animal passa a maior parte do seu tempo coçando-se e chora. Foi levado a consulta por apresentar-se com uma ferida na região do pescoço bastante dolorida e disse que o aparecimento foi repentino. Não está utilizando nenhuma medicação na lesão e não utiliza nenhum tratamento preventivo para ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Dermatite umida Aguda secundaria a Pulicose.pdf


26/11/2008

Polietraumatismos Demodiciose Generalizada com infecção bacteriana secundária

Cadela é portadora de sarna demodécica com laudo positivo em exame de raspado de pele. Proprietário relata que o animal apresenta episódios recidivantes da doença e estes coincidem com o período pós-cio. Apenas usa como tratamento coleira anti-carrapatos a base de amitraz. Por conta da doença, já apresentou episódio de miíase. Normofagia, normuria, normuquesia e normodipsia. Diz que o animal está com prurido intenso. Está mais prostrada e acha que pode estar sentindo alguma dor, uma vez que eventualmente geme. Histórico de ectoparasitas e não faz controle mensal.


Confira o caso na íntegra - Demodiciose Generalizada.pdf


15/11/2008

Polietraumatismos Hipersensibilidade Alimentar

Animal apresenta quadro pruriginoso desde filhote e fez uso de corticoterapia de depósito IM a cada 3 meses por 4 anos e respondia absurdamente bem a essa terapia. Há 1 ano não utiliza mais corticóides após ter desenvolvido pancretite e, conseqüentemente, diabetes melito. Desenvolveu aumento de volume abdominal, vômitos, quadro dermatológico, diarréia e ficou sendo tratado com terapia de suporte e insulinoterapia. Disse que o animal já tinha feito inúmeros tratamentos dermatológicos com recidivas. Usava como medicação apenas Insulina NPH BID e utilizava como tratamento tópico xampu antisséptico 7/7 dias. Possui histórico de "apetite caprichoso". Faz aferição diária de glicemia. Relatava que o animal estava menos ativo, adinâmico. Normofagia ( Comida caseira - arroz, legumes e carne ou frango), normúria, normoquesia e normodipsia. Faz controle mensal de ectoparasitas.


Confira o caso na íntegra - Dermatite atopica devido a hipersensibildiade alimentar.pdf




Get adobe Reader
Layout por Carol Burok