Somente a pele interessa ao Dermatologista?

A resposta é NÃO.

Durante o atendimento dermatológico, conversamos muito sobre o nosso paciente e conhecemos todo seu histórico, a fim de identificar outras alterações além das que vemos na pele. Isso é importante porque o animal deve ser visto como um todo, não focando apenas na pele e ouvidos, que são as queixas do proprietário na consulta.

Todas as informações recebidas durante a conversa e a avaliação clínica do animal irá ajudar a montar o quebra cabeças em busca do diagnóstico, junto com os resultados dos exames.

Muitas doenças internas (hormonais, autoimunes, por exemplo) podem apresentar sintomas dermatológicos e por isso chegam a nós. A pele é um órgão externo e mais aparente, por isso esses sintomas são mais notados,

Na minha opinião, um excelente especialista em dermatologia tem que ser obrigatoriamente um excelente clínico geral.

É preciso observar:

- Hábitos alimentares: tipo de alimento, presença de fome e/ou sede excessiva;

- Alterações comportamentais: presença de agressividade ou irritabilidade, se há prostração ou é ativo, se dorme muito, etc,

- Se há ganho ou perda de peso;

- Se há aumento do tamanho abdominal;

- Se há muita urina ou alteração das fezes, bem como vômitos ou diarréia;

- Se há histórico de problemas neurológicos, entre outros.

A importância de conseguir ver além da pele é conseguir estabelecer um tratamento definitivo correto e não tratar apenas os sintomas. assim evitamos as recidivas do quadro dermatológico ou piora da doença interna pela demora no diagnóstico.




Posts Em Destaque
Posts Recentes